Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

ENTREVISTAS

Entrevista com o Made in Brazil, Food Truck Brasileiro nos EUA 

Conversamos com a Anne Martins Mouritsen do Made In Brazil Food Truck, um food truck especializado em comida Brasileira que fica em West Jordan uma cidade localizada no estado norte-americano do Utah, no Condado de Salt Lake nos Estados Unidos, bem longe de nós por sinal.

Nossa maior curiosidade foi saber como é o trabalho e todo mercado de Food Truck nos Estados Unidos, já que foi de lá que nasceu toda essa cultura da gastronomia sobre rodas.

Anne nos contou que entrou no ramo depois que o pai dela (brasileiro) foi visitá-la e durante o tempo em que ele esteve por lá ele percebeu que não havia Food Trucks Brasileiros, então ele deu a ideia de abrir um food truck de comida brasileira e ela foi e fez acontecer.

 

“As pessoas aqui gostam de facilidade, velocidade e eficiência no serviço, e por esse motivo os Food Trucks são sempre uma boa pedida. “– Anne, Made in Brazil Food Truck

Perguntamos para a Anne como está o mercado para os truckeiros nos Estados Unidos e ela nos disse que para abrir um Food Truck e ter autorização por lá é bem mais burocrático que no Brasil, o governo pega no pé com a documentação, o departamento de saúde é muito exigente com os equipamentos utilizados nos Food Trucks e é caro para se manter com as taxas cobradas, mas depois que você consegue toda a documentação é possível estacionar em qualquer via pública com mais de 100 metros de distância de restaurantes.

Anne comentou que no estado de Utah por exemplo existem muitos Food Trucks, e o número vem crescendo cada vez mais. Nos outros estados do país o setor é bem mais forte mas, apesar da enorme burocracia, a procura por Food Trucks tem crescido muito.

 

E como funciona os eventos com Food Trucks nos EUA?

 

“Existem muitos eventos para participar, principalmente nas estações mais quentes do ano (primavera,verão). Geralmente é uma empresa que gerencia e faz a assessoria para os Food Trucks nos eventos e também em empresas para eventos corporativos. Estamos começando a trabalhar com essa empresa agora e esperamos que com a qualidade de nossa comida e com a popularidade que ganhamos eles possam nos colocar em mais eventos grandes”, acrescenta Anne.

Ela também nos disse que normalmente por lá se cobra uma única taxa de 10% do faturamento de cada food truck em um evento, nada muito diferente do que acontece aqui no Brasil, o fato é que por aqui vemos muita gente cobrando além da porcentagem mais uma taxa fixa, que é uma política meio polêmica no meio dos truckeiros, o que acaba muitas vezes afastando os truckeiros de quererem participar dos eventos.

 

Food Truck Made in Brazil
Família de americanos prestigiando o Food Truck Made in Brazil

 

E os Americanos, gostam da comida Brasileira?

 

“Temos tido uma ótima aprovação aqui. Existe muita diversidade nos EUA e as pessoas daqui entendem isso e querem conhecer diferentes culturas e sabores. As pessoas têm experimentado nossas coxinhas e pastéis e tem adorado, isso tem sido um ótimo diferencial. A maioria dos americanos gostam de comida apimentada, mas estamos quebrando esse paradigma aos poucos”, disse Anne.

Muito bom poder conhecer um pouco como é o mercado nos Estados Unidos, podemos perceber que o grande diferencial é os truckeiros poderem parar em qualquer lugar por lá, já aqui no Brasil isso não é tão simples assim e na maioria das vezes é um grande problema para os Food Trucks poderem trabalharem livremente.

Se você quiser conhecer mais o dia a dia do Food Truck Made in Brazil, siga-os no Facebook, é só clicar aqui.


Agradecemos o pessoal do Made in Brazil Food Truck pela cordialidade em tirar nossas dúvidas e contar um pouco mais como é o mercado de Food Trucks por lá, em especial a Anne Martins Mouritsen.

#VemComerNaRua

Siga o Guia FTC nas redes sociais: facebook, instagram ou twitter.

 

Compartilhe:

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.